Mega Hiperglicemia

Guess who's back?! Eu sei que não devia começar um post, de regresso, ainda para mais, numa língua estrangeira mas como passei, ainda há bem pouco tempo, por uma experiência traumatizante, que quase me transportava para bem bué, bué longe, e eu não sei que língua é lá falada, decidi treinar o meu espanhol. Não, não estou a falar do meu casamento. Refiro-me a uma saída da embarcação Benjamin, numa manhã gelada, nesse frio novembro. Só para terem uma ideia, o Mar galgava o porto de Rabo de Peixe e limpava o cais do lixo, dos tapares e dos trabalhadores responsáveis pela cofragem. Ah! E o Luís Correia também teve quase indo parar ao Mar - e ele não sabe nadar. Isso até podia ter piada se não tivéssemos que passar o molhe com um Tornado de 7.50 metros e 140 cavalos de potência. Mimi, Noddy e eu, de fatos (ou será paletó?!) bem apertados, aceleramos a fundo rumo ao desconhecido. Com o Escadote a guia-nos - ali ao lado com a super mota de água, lá passamos a barreira do molhe e eis que surge, ali bem pertinho de nós, uma gigantesca onda - a meteorologia dava onde de 3/4 metros mas aquele tinha mais, para aí mais 30 centímetros, ou mais. -"Não tiveste medo?!" Perguntam-me frequentemente aqueles que conto o sucedido. -"Não!" Costume responder, com convicção! "Até porque não tive tempo! É que vinham mais duas ondas atrás!" Concluo! E pronto (ou prontes como diz Jesus - não o do presépio) fica aqui, para memória futura, uma desculpa para mudar de roupa interior. Com isso tudo, nós bombeiros voluntários, no seu dia de folga, sem ganhar um tostão e arriscamos as nossas vidas para tentar encontrar um corpo, enquanto os senhores da Marinha Portuguesa, com os seus chorudos ordenados (um até gozou connosco e vangloriou-se dos seus 1500€ auferidos todos os meses) nem molharam as unhas. É a vida. Ao menos fomos de consciência tranquila, de dever cumprido, para a cama. Com isso tudo e mais leves. O resto, nada que o programa 4, a 40º não lave! Deixo-vos com algumas, bonitas, fotos tiradas quando o Mar estava mais manso:

3 comentários:

LSSD disse...

Não tenho muito a dizer a não ser que é bom saber que há gente que cuida de nós e está sempre disposto a ajudar!

Anónimo disse...

Até qu'enfim! 'Tava a ver que não! É que vinha aqui todos os dias
:)
Bom regresso!
Carla

paranoiasnfm disse...

Imagens simplesmente espectaculares!