Twittem lá isso

No dia que começa a segunda avaliação trimestral da troika a Portugal li algo que Francisco Louçã disse. Logo ele que já não diz algo de jeito há muito tempo. Então foi mais ou menos assim: Vamos andando na rua, todos contentes, e somos assaltados. O ladrão tira-nos a carteira e o relógio. Com a pressa esquece-se do relógio. E nós ficamos muito contentes porque ficamos com um dos dois. NÃO! Um assalto é um assalto!

Foi ou não interessante? Pena já quase ninguém fazer caso!

Sem comentários: